Chega um dia em que você precisa decidir qual a empresa vai hospedar o seu site. Neste artigo vou tentar quebrar alguns mitos sobre o assunto e dar algumas dicas úteis na hora da escolha:

Em primeiríssimo lugar desconfie dos artigos que falam bem – ou mal – de qualquer servidor que seja. Já caí nesta uma vez, ao comprar um PC de uma loja “muito bem recomendada” por alguém (talvez seu diretor). E a loja fechou dois meses depois. Ou seja, quase nunca podemos saber se um post/artigo está vinculado aos interesses de uma empresa ou não.

  • Não vou falar aqui em detalhes técnicos, pois a grande maioria dos servidores já entregam quase todas as ferramentas que você vai precisar.
  • Se quer pesquisar, procure por sites independentes como o Reclame Aqui. Nele o cliente faz a reclamação e existe um espaço para a resposta da empresa. Digite o nome da empresa e já vai ter uma idéia de como as coisas andam por lá.
  • Não dê tanta atenção ao número de reclamações. A questão é: qual a gravidade das reclamações e como a empresa reaje. As críticas são parecidas e se repetem? Sinal vermelho…
  • Não se esqueça também:  utilizar os serviços de atendimento de um host não é a mesma coisa que usar o manual de uma tv. Não quero isentar as empresas, mas isso é uma verdade: os erros também fazem parte deste negócio. Nesse caso de nada vai adiantar ficar pulando de uma empresa para outra.
  • Antes de contratar um host faça um pequeno teste: acesse o serviço de chat e observe como vai ser atendido. O funcionário entende o que está falando? Dá respostas objetivas? Tenta empurrar descontos especiais? Responde rapidamente? Por aí você já vai ter uma referência de como vai ser atendido depois, quando precisar realmente. Faça o maior número de perguntas possível. Torre a paciência do atendente (com toda a educação, é claro).
  • A empresa está preparada quando o seu fluxo de tráfego aumentar? Vai cobrar um adicional? Vai congelar o seu site?
  • As empresas de hospedagem estão se especializando em determinados serviços: comércio eletrônico, blogs, webdesign, etc. Veja quais são as suas necessidades (presentes e futuras).