Até ontem eram rumores. Agora o lançamento do novo tablet da Amazon já é um fato.

Neste quarta-feira, dia 28 de setembro, o CEO da empresa Jeff Bezos vai anunciar à imprensa o dispositivo mais esperado do ano.

Tudo aponta para um tablet muito semelhante ao BlackBarry PlayBook, da RIM, já que o fabricante seria o mesmo (a Quanta).

Mas enquanto o PlayBook utiliza um processador dual-core de 1GHz, acho improvável que a Amazon não avance e use um processador mais potente, provavelmente um 1.2GHz. Este é ainda o maior mistério deste lançamento. Pela lógica, o nome Fire indica mesmo um processador de 1.2GHz.