tv-digital

Dicas para escolher uma TV digital

Aqui estão alguns itens básicos para ajudá-lo a escolher a TV mais adequada. Claro, existem outros recursos, mas estes eu considero os principais:

Não decida sua compra na loja

Os bons vendedores que me perdoem mas nunca decida sua compra dentro de uma loja.

As lojas (e vendedores) trabalham num sistema de margens de lucro e comissões que variam a todo o momento.

Assim, determinados fabricantes podem escolher determinados produtos e modelos que estão saindo de linha – ou dando o lugar para modelos mais novos – e oferecer vantagens para os lojistas e/ou vendedores.

De repente a Philips pode estar fechando sua linha de televisores; ou a LG ter sido comprada pela Samsung.

São tudo rumores, é claro, mas para “desovar” os estoques muita coisa pode ser dita.

E tem mais: bons vendedores apenas escutam e respondem nossas dúvidas. É fácil perceber quando eles não entendem do assunto.

Por isso, é melhor sair de casa com algumas informações básicas. Deixe para a loja apenas a negociação.

LCD x LED

Este é o atual grande enigma da humanidade. Mas é fácil entender. As duas na verdade são tvs LCD, ou seja, possuem uma tela de gel, ou Cristal Líquido.

A grande diferença está na fonte de iluminação. Enquanto a LCD tem apenas uma fonte de luz traseira, a LCD/LED tem uma iluminação formada por milhares de micro lâmpadas. Existem três dtipos diferentes de iluminação por LED. Na mais comum as lâmpadas ficam localizadas nas bordas do aparelho.

O que isso significa? Que as LED emitem menos luz (e não mais luz), em muito mais pontos, alcançando assim um contraste muito maior. Taxas de 50 milhões por 1, contra 60 mil por 1 na LCD. Mas atenção: isso não quer dizer que qualquer modelo tenha esta taxa de contraste.

Outra diferença a favor das LED está na formação do preto, muito mais intenso.

No final das contas a TV de LED tem uma fidelidade de cores mais precisa, especialmente em pontos críticos como os tons de pele, que aparece bem mais natural.

Outras vantagens da LED em relação às LCD: elas podem ser mais finas e sua tela tem uma vida útil maior.

Fique atento: nem todas os modelos de tvs LED são finos. Dẽ uma conferida na espessura.

Tamanho e ambiente

LCDs não são adequadas para ambientes com muita luz natural. Neste caso as melhores são as LED. As tvs Plasma não tem restrição de iluminação mas só são fabricadas com tamanho acima de 40 polegadas.

Para escolher o tamanho siga a tabela a seguir:

Tamanho da tv em polegadas Distância mínima
19″ a 26″ de 1,5 a 2 metros
32″ a37″ de 2,4 a 2,8 metros
42″ a 47″ de 3,2 a 3,6 metros
+ de 52″ mais de 4 metros

 

Full HD

Para ser considerada uma HDTV uma TV deve ter uma resolução de pelo menos 1280×720 pixels. Já uma HDTV Full HD pode chegar a 1920×1080 pixels.

Fique atento: uma tv Full HD de 1920×1080 pixels pode ter 1080 linhas entrelaçadas (1080i) ou 1080 linhas progressivas (1080p). A TV com a indicação 1080p quase sempre tem uma imagem de melhor qualidade (a atualização das linhas acontece simultaneamente).

Agora o principal: vale a pena pagar por uma full HD?

A resposta é: sim. Primeiro por que o preço de uma full não é tão maior assim. Depois, por que você pode aproveitar o máximo de um Blu-Ray, HD-DVD, PlayStation 3, Xbox, e… sim… os canais digitais da TV aberta e as tvs por assinatura com decodificadores digitais.

A maior confusão acontece por que existe uma ideia de que as emissoras não são capazes de transmitir sinais em full HD.

Mas, isso não é verdade. Segundo as próprias redes, como a Globo Digital, o objetivo é colocar toda a programação em full HD em pouco tempo.

60Hz ou 120 Hz?

Outro item a ser considerado são os Hertz, a velocidade com que uma tela é varrida inteiramente até mostrar o quadro seguinte. Um filme, por exemplo, tem normalmente 24 quadros por segundo. As emissoras brasileiras com sinal HD trabalham com 60Hz, ou 60 vezes por segundo. Então, para assistir a TV digital isso não vai fazer muita diferença.

Mas para filmes com mais de 24qps; imagens com muita ação/velocidade; filmes Blu-ray; HD DVD; consoles como PS3 ou Xbox, tvs com 120Hz são as melhores.

Marcas no mercado

As principais marcas são Samsung. LG, Sony, Philips, Panasonic e Sony. Mais abaixo vem AOC, CCE.

Qual a melhor? Entre num grupo de discussão na internet e verá uma verdadeira guerra de opiniões apaixonadas. Muito divertido!

A maioria dos modelos disponíveis no varejo são montados em Manaus com uma qualidade de acabamento apenas razoável.

Mas não há como negar que a Sony, por exemplo, tem um acabamento um pouco melhor do que as demais, mas o seu preço assusta.

Se você puder, vá numa loja, como a FNAC (loja de shopping, mesmo), e compare as imagens.

Como captar os sinais digitais

Para usufruir plenamente dos canais com imagem digital é preciso que na sua cidade as emissoras de canal aberto (Globo, SBT, Canal Brasil, etc) tenham uma antena com o sinal digital. Confira aqui se sua cidade recebe o sinal.

Outra forma é assinar um serviço de TV paga como Sky, Net, Oi, GVT, Claro que inclua canais em HD. Os preços mais baratos ficam em torno dos 170 reais, com uns 5 canais HD, nas operadoras com pacotes que incluem telefonia e banda larga. Ou, pelo mesmo preço, sem outros serviços e com uns 20 canais HD.

Muito, muito caro.

Canais HD gratuitos

Existe ainda uma outra opção, principalmente para os usuários que moram em locais fora da área de abrangência do sinal digital das emissoras: comprar uma antena parabólica e captar o sinal das tvs digitais abertas. Como Globo, SBT, Band, Record, RedeTV, Cultura e mais outras oito emissoras.

A Sky vende a sua parabólica (chamada Sky Livre) a partir de 339 reais.

Fique atento: conforme a região, este valor pode subir para 549 reais. E você terá que gastar, no mínimo, mais 60 reais de instalação.

A Globo e o SBT não estão disponíveis em todas as cidades.

TV em 3D

Depois do LCD e do LED a grande aposta dos fabricantes é a TV em 3D.

A ideia não é nova; vem da década de 1950, quando os cinemas tentavam combater a concorrência da recém lançada indústria da TV. Exatamente como está acontecendo agora, de novo.

Só que desta vez a indústria do entretenimento aposta também nas “telinhas”. Alguns especialistas acreditam que os 3Ds irão dominar o mercado.

Mas existem muitos problemas a serem superados. Os óculos, por exemplo, ainda são obrigatórios, e caros. Alguns precisam de bateria. E se você convidar uma turma grande para ver um filme 3D?

E o maior problema mesmo é a falta de conteúdo. Filmes são poucos. E as emissoras de TV também não têm uma previsão de investimentos.

Apesar de os seus preços estarem cada vez menores (2.500 reais numa 40 polegadas), por enquanto não passa de um brinquedinho meio caro.

Conteúdo é o que interessa

Aqui está realmente o que interessa. O que você vai ver numa TV de alta resolução?

Eu prefiro ver um bom documentário com imagens antigas à um filme médio em alta resolução.

Outra coisa: produzir em HD ainda é um investimento muito alto para as emissoras.

Confira também:

  • Nem precisaria falar isso, mas confira para ver se a TV vem com um conversor de TV digital embutido. Tem alguma TV que não venha com isso?
  • Você vai colocar a TV na parede? Não? Então dê uma olhada pra ver se ela tem uma base giratória. Para mim faz muita diferença.
  • Mora num bairro longe da antena digital da emissora? Confira com o vendedor e tente “arrancar” uma antena “de grátis”.
  • O som da grande maioria das tvs LCD/LED são ruins. Mas não se preocupe com isso. Se for a sua TV da sala, certamente vai ter uma aparelhagem de som por perto. Aí é só fazer a conexão.

Fique esperto:

O vendedor talvez queira empurrar uma garantia estendida, por apenas 15 reais por mês – mas 180 reais! por ano. A TV não é boa? Para que uma garantia estendida??

Talvez ele queira vender um serviço de instalação. Não precisa.

Não fuja muito daquilo que você já planejou antes de sair de casa. Só se a oferta for realmente muito boa.

E não acredite naquela velha ladainha de sempre: esta oferta é só para hoje. (Por que amanhã talvez tenha uma oferta melhor!!).

Acessórios

Gravador — não acho muito importante, tanto é que a maioria dos modelos nem tem.

Internet — as chamadas Smart TVs possibilitam o acesso à conexão banda larga. Mas… as vezes é preciso comprar um modem separado, como o da Samsung, que custa aproximadamente 200 reais. E é mais para assistir vídeos e não para navegar na internet.

Decisão final: custo x benefício

Não escolha a sua TV apenas por ser a mais moderna. Assim como a compra de um computador, existem os modelos “ideias”, que não são os top de linha, mas tem uma configuração boa.

Hoje (19 de março de 2012) você encontra ótimas tvs LCD, 32 polegadas, full HD, com conversor integrado, por menos de 1 mil reais. Se puder gastar um pouco mais compre uma LED. Afinal, certamente você não vai trocá-la antes dos pŕoximos 5 anos. Não estou certo?

E se você tem uma assinatura de TV paga que não seja HD e não pretende usar a nova TV para rodar games ou filmes Blu-ray, talvez a melhor compra seja uma LCD “comum”, que nem precisa ser full HD.

///

Paz

J Paz Filho - Sou jornalista, trabalho na produção de conteúdo editorial e na criação, desenvolvimento e manutenção de websites - incluindo e-commerce. Tenho especialização em design gráfico na Unisinos e já fui editor de mais de uma dezena de jornais e revistas especializados. Faça um orçamento enviando uma mensagem no contato; ou por email.

  • Darlan

    Obrigado pelas dicas, me ajudou demais, e agora já sei qual modelo de TV preciso.
    Parabéns pelo blog.