tec_antigo

Dispositivos móveis estão roubando a audiência da TV

Creative Commons License James Vaughan via Compfight

Segundo pesquisa da Ipsos MediaCT, feita no primeiro trimestre deste ano, mais de um quarto dos usuários brasileiros prefere usar o seu dispositivo móvel (DM) em vez da TV. Isso representa 27 milhões de pessoas.

Me lembro de um tempo em que a Globo abocanhava quase 80 % da audiência (e da receita publicitária), lá pelos anos 90.

Isso numa época em que não existia internet e a informação era dominada, além da TV, pelos jornalões e pelas revistas semanais.

Pois essa liderança absoluta da audiência não só acabou como está sendo superada aos poucos pelos usuários de dispositivos móveis (DMs = celular/smartphone/tablet).

Acompanhe os números (consumidores brasileiros):

  • 73% não sai de casa sem o seu dispositivo móvel (DM).
  • Os brasileiros usam seus DMs durante quase todos os períodos do dia: mais de 60% utiliza em transportes públicos, na rua, em lojas, restaurantes, no trabalho e em casa.
  • 88% acessam redes sociais.
  • 75% assistem vídeos e 21% assiste pelo menos 1 vídeo por dia.
  • 57% usam para leitura de jornais ou revistas e 50% fazem pesquisas diariamente.
  • 80% já pesquisaram produtos ou serviços.
  • 45% fez uma compra e 30% em lojas depois de ter pesquisado no DM.
  • 31% comprou diretamente de seu DM.
  • 29% mudou de ideia dentro de uma loja como resultado de uma pesquisa em seu DM.
  • 46% das pessoas utilizam o DM enquanto veem TV, navegam na internet (55%) ou leem jornais/revistas (26%).
  • 75% fez uma pesquisa em seu celular após ver um anúncio.

 

///

Paz

J Paz Filho - Sou jornalista, trabalho na produção de conteúdo editorial e na criação, desenvolvimento e manutenção de websites - incluindo e-commerce. Tenho especialização em design gráfico na Unisinos e já fui editor de mais de uma dezena de jornais e revistas especializados. Faça um orçamento enviando uma mensagem no contato; ou por email.

  • Danilo

    acho que os tablets não vão substituir a tv nunca.

  • Danilo

    acho que os tablets não vão substituir a tv nunca.