kindle_natal

Kindle Fire pode superar vendas do iPad

Durante quase dois anos muito se falou sobre os “matadores” do iPad. Mas, mesmo depois do lançamento de dezenas de dispositivos, a liderança do tablet da Apple permanece inabalável.

A principal razão, além da qualidade e do preço do iPad, está na quantidade de aplicativos disponíveis para o sistema operacional da Apple, o iOS.

Assim, não é apenas coincidência a liderança do iPad neste mercado. Enquanto a loja da Apple oferece mais de 110 mil aplicativos, na loja da Amazon eles não passam dos 10 mil.

Mesmo assim, estes 10 mil são muito mais do que o número de aplicativos disponíveis na loja do Android (que não chegam aos mil).

Amazon tem prejuízo nas vendas

Apesar de a Apple nunca ter divulgado a sua margem de lucro na comercialização do iPad sempre apostei que ela seria mínima, ou nenhuma.

Isso porque sempre me pareceu óbvio que a Apple deveria lucrar muito mais na venda dos aplicativos do que na venda de dispositivos.

Esta lógica está sendo comprovada agora pela Amazon. Segundo a empresa de consultoria norte-americana iSuppli cada Kindle Fire fabricado deixa um “prejuízo” de 2 dólares para a empresa.

Uma “perda” totalmente compensada através da venda de filmes e livros.

Preço: item que pode definir a liderança

Especula-se que devam ser comercializados 5 milhões de Kindle Fire até o final de 2011.

A Amazon aposta no preço de 199 dólares como o principal motivador de compras, especialmente entre os consumidores que irão comprar o seu primeiro tablet (segundo pesquisa da ChangeWave, realizada entre 2.600 consumidores, para quantificar a demanda pelo tablet da Amazon).

Mas apesar de estar sendo vendido por um preço tentador o Kindle Fire ainda precisa mostrar que entrega os recursos pedidos pelo consumidor.

Para quem tem como parâmetro o iPad 2, o dispositivo da Amazon pode decepcionar.

É bom lembrar que o Kindle Fire não tem acesso direto à loja do Android. Ou seja, está muito mais vinculado ao usuários dos EUA, leitores de livros de lingua inglesa e adeptos do vídeo on-demand.

///

Paz

J Paz Filho - Sou jornalista, trabalho na produção de conteúdo editorial e na criação, desenvolvimento e manutenção de websites - incluindo e-commerce. Tenho especialização em design gráfico na Unisinos e já fui editor de mais de uma dezena de jornais e revistas especializados. Faça um orçamento enviando uma mensagem no contato; ou por email.