Tenho recebido algumas mensagens com dúvidas sobre algumas funcionalidades do iPad 2. E isso é natural, já que estamos falando de um dispositivo e de um sistema operacional totalmente novos.

Peguei um comentário do Thiago que questionava sobre alguns mitos que circulam pela web em relação ao iPad:

Logo depois da euforia do lançamento do iPad 2, muitos consumidores começaram a questionar alguns pontos que passaram em branco na apresentação do novo produto da Apple, feita por Steve Jobs.

O interessante é que os iPads 1 e 2 tem inúmeras funções que ficam bloqueadas pelo fabricante. Talvez por isso exista uma grande discussão entre o que o iPad 2 é ou não capaz de fazer.

linha

O iPad 2 não tem slot para cartão SD e portas USB

>>> Verdade — A Apple vende um kit composto por um leitor de cartões SD e um concetor de câmera(veja foto abaixo). Ou seja, serve apenas para a conexão do iPad com câmeras digitais, e é vendido à parte.

Assim, não adianta você simplesmente tentar encaixar seu pendrive a um conector e imaginar que desta forma vai poder transferir todos os seus arquivos. Para isso você vai ter que conectar o seu iPad ao seu PC/Laptop/Notebook, através de um cabo que já vem com o iPad. Veja como fazer a transferência de arquivos neste artigo.

>>> Mito — Sempre vai ter alguém para tentar desbloquear o que os fabricantes “travam”. E através do kit de conexão de câmera e um desbloqueador (jailbreak), é até possível conectar-se um pendrive e um cartão SD para transferência de dados. Mas esta prática também pode detonar a configuração do seu iPad…

E se for usar um jailbreak, faça por sua conta e risco. Estou apenas dizendo que é possível, não que você deva usar. Como diz o Eduardo Moreira do site TechTudo: “se não souber fazer, não faça!”.

Kit para conexão de câmera digital

linha

O iPad 2 não tem suporte para conexão 4G

>>> Verdade — Quase todos os concorrentes diretos do iPad 2 (leia-se Motorola Xoom e Samsung Galaxy) tem embutidos suporte para a tecnologia 4G, que teoricamente dobra a velocidade da conexão 3G. (Aproveitando o título deste artigo, vários especialistas já disseram que o 4G é muito mais mito do que verdade).

A Apple alega que os preços do iPad teriam de ser reajustados e que, segundo uma pesquisa feita pela empresa, 50% dos consumidores potenciais pretender adquirir um modelo Wi-Fi.

Para os usuários brasileiros é até melhor que seja assim, pelo menos enquanto as operadoras insistirem em cobrar preços tão altos nas conexões 3G.

Motorola com conexão 4G: Apple não tem

linha

O ipad 2 não tem Bluetooth

>>> Verdade — Importante ressaltar que o bluetooth do iPad funciona basicamente com teclados, fones de ouvido e microfones com as especificações da Apple.

>>> Mito — Alguns dispositivos — como smartphones e GPS — até podem ser conectados usando um jailbreak, ou seja, através de um programa desbloqueador. O mesmo pode ser feito com a transferência de arquivos. Mas aí fica por sua conta, como já expliquei no início deste artigo.

linha

Todos os iPads 2 tem entrada microchip e podem fazer ligações

>>> Mito — Todos os iPads tem uma entrada para microchip e isso gera uma certa confusão para os usuários (eu mesmo errei e fui alertado pelo Victor, nosso leitor).

Só os iPads 2 com 3G possuem esta função habilitada (óbvio, né!), e assim podem ser usados para fazer ligações.

Muitos dizem que é ridículo usar um dispositivo “gigante” como o iPad para fazer ligações, mas se esquecem que é possível se usar um fone de ouvido sem fio.

Para os usuários de iPads 2 só com wi-fi: dá para fazer ligações por VoIP, com aplicativos como o Skype.

linha

O iPad 2 tem uma tela inferior aos concorrentes

>>> Mito — Comparando-se a resolução em pixels do iPad (1024px x 768px) com o Xoom (1280px x 800px) percebe-se uma diferença expressiva nos números. Mas isso não representa uma melhora significativa na qualidade das imagens. Fora isso, maior resolução causa impacto imediato na duração da bateria.

linha

O iPad 2 nunca vai rodar Flash

>>> Verdade — Por mais que se tente “detonar” a Apple por não dar suporte ao Flash da Adobe, Steve Jobs tinha lá suas razões. E uma das principais é a redução de autonomia da bateria, item fundamental em um tablet.

Bem, esta é a versão da Apple, pois quase todo mundo sabe que – por trás disso – também existe uma briga comercial com a Adobe. Saiba por que o iPad nunca vai rodar Flash neste artigo.

linha

O iPad 2 é bem mais lento que os outros tablets concorrentes

>>> Mito — Assim como os seus concorrentes diretos, o iPad 2 possui um processador de dois núcleos, mais conhecido como dual core. Apesar de ter uma memória menor (512MB) isto não significa que tenha a metade da velocidade, pois outros itens da arquitetura de um dispositivo também devem ser levados em conta.

linha

O sistema operacional do iPad 2 é mais seguro

>>> Verdade — Assim como o iOS dos Macs, que sempre foi mais seguro que o Windows dos PCs[*], o sistema operacional do iPad 2 também é. Isso na comparação com o Android do Google, o sistema escolhido pelos concorrentes do tablet da Apple.

Não que o Android tenha “furos” graves de segurança, mas simplesmente porque o Google precisa da criação de muitos aplicativos, o que pode ser uma porta aberta para códigos ditos “maliciosos”, embutidos em um aplicativo de terceiro qualquer. Isso muito provavelmente não vá acontecer, mas o risco é maior.

Já a Apple é mais criteriosa quanto à aprovação de aplicativos feitos por desenvolvedores independentes. (Falo de segurança, não de censura, como já aconteceu).

[*] O Windows sempre foi mais visado pelo número de cópias vendidas, muito superior ao iOS.