Novo Galaxy x iPad 3: a guerra apenas começou

Você acha exagero fazer esta comparação?

Pois lembre-se que falta apenas um mês para que estes dois tablets comecem a ser vendidos.

De um lado, o iPad, líder absoluto do setor, na sua terceira geração. De outro, o mais novo rebento da família Galaxy, o 11,6″.

Para fazer um comparativo justo, vamos considerar os dois principais itens de um tablet: a tela e o processador.

E que ambas as empresas decidam-se por tablets completos, com todos os melhores recursos disponíveis.

iBooks: ideal para a nova tela do iPad

Tela

Item fundamental em qualquer dispositivo touch screen. E a Apple foi a primeira empresa a ir além de uma tela simples de LCD.

Em junho de 2010 a empresa anunciou o Retina Display, que aumentou o número de 196 pixels do LCD “comum” para 326  pixels por polegada.

O iPad 3 deverá ter uma tela de 2048 x 1536 pixels, com uma densidade de 270 pixels por polegada.

Para a Apple uma nova tela de alta resolução seria a cereja no bolo para a sua recém lançada biblioteca digital iBooks.

Para derrubar esta barreira, a Samsung pretende oferecer uma tela com resolução ainda maior: 2560 x 1600 pixels. Possivelmente com a tecnologia Amoled, desenvolvida pela própria Samsung.

É bom lembrar que o número de pixels não é a única medida para determinar a qualidade de uma tela. Nível de luminosidade, índice de reflexão e campo de visão são outros fatores que também devem ser considerados.

Novo processador Exynos da Samsung: velocidade duplicada

Processador

A corrida para ter o tablet mais rápido vai pegar fogo este ano. O novo tablet da Samsung deverá vir com  o dual-core Exynos 5250.

Este novo chip traz o processador ARM Cortex A15 rodando a 2GHz. Nada mal!

E o processador gráfico provavelmente venha dos mesmos fornecedores da Apple, a ARM e a Imagination  (presentes no iPad 2 e iPhone 4S).

O que isso quer dizer em termos de desempenho? Uma velocidade quase duas vezes maior do que o atual Galaxy 10.1.

O iPad 3 vem com um processador quad-core A6 tão ou mais veloz do que o processador da Samsung.

E adivinhe qual deverá ser o fabricante do novo processador do iPad 3? Segundo o jornal Korea Times será a… Samsung, mesmo com as duas empresas travando uma batalha judicial por patentes.

Assim como na avaliação das telas, a velocidade final de um tablet também depende de outros fatores, além do processador. Mas tanto Apple como Samsung terão dois tablets muito rápidos.

No Brasil, vitória seria da Samsung

Em 2011 a Samsung tentou alcançar a Apple lançando modelos de vários tamanhos. Primeiro foram os mini de 4 e 5 polegadas; depois vieram os 8.9″, 10.1″ e 7.7″.

Mas o Galaxy que alcançou o maior sucesso foi justamente o “patinho feio” Galaxy Tab 7″,  lançado em 2010, justamente aquele que possui menos recursos tecnológicos.

Segundo a IDC Brasil, empresa de consultoria da área de tecnologia, o Galaxy Tab teria inclusive superado o iPad 2 em número de aparelhos vendidos no Brasil (dados não confirmados pelas empresas).

Batalha chegou até aos tribunais

Apesar disso, em termos mundiais, a empresa sul-coreana não conseguiu fazer decolar a comercialização dos seus tablets. Sua maior aposta, o Galaxy 10.1, não vendeu o esperado.

Não bastasse isso, a Samsung sofre um ataque da Apple no campo jurídico por suposta violação de patente (a Samsung acabou ganhando a disputa judicial).

Apesar de todo este esforço, a estratégia da Samsung ainda não foi o suficiente para que as suas vendas aumentassem significativamente.

///

Paz

J Paz Filho - Sou jornalista, trabalho na produção de conteúdo editorial e na criação, desenvolvimento e manutenção de websites - incluindo e-commerce. Tenho especialização em design gráfico na Unisinos e já fui editor de mais de uma dezena de jornais e revistas especializados. Faça um orçamento enviando uma mensagem no contato; ou por email.