coby_kyros

O tablet de menor preço no mercado brasileiro

Ao procurar o tablet mais barato nas lojas de informática brasileiras encontrei o Kyros, da norte-americana Coby. O que mais chama a atenção é o seu preço: R$ 344,00 no site General Imports. Vamos então tentar fazer um raio-x para ver a razão de um valor tão em conta: Claro, ele não é veloz, nem fino, nem tem a capacidade de armazenamento dos grandes tablets. Mas o público que a Coby quer alcançar com o Kyros talvez não esteja muito interessado nisto. Sua tela é de um \”mini-tablet\”, com 7 polegadas e resolução de 800 x 480 megapixels. Básico. Seu processador de 800 MHz com 256MB e armazenamento de 4GB também não chega a empolgar. Mas para quem deseja simplesmente navegar na internet, ler emails, acompanhar as redes sociais e rodar vídeos do You Tube ele cumpre perfeitamente estas tarefas. Fora isso, ele ainda entrega portas USB e HDMI (para conexão a uma tv LCD full HD) e um slot para cartão microSD, que pode acrescentar mais 16GB. Nada mal! De \”ruim\” o Kyros tem o seu sistema operacional: o já desatualizado Android 2.1. E, segundo o próprio fabricante, não existe a possibilidade de upgrade. Mas sinceramente isso não chega a ser um grande problema para um tablet com um preço tão bom. Resumindo: ele apenas cumpre o que promete. Um preço equivalente aos seus recursos.
Tabela completa especificações

Coby Kyros
Tela Resolução 7.0” TFT active matrix / Resistive Touch (800 x 480 pixels)
Peso 408g
Dimensões 190,5mm x 122mm x 11,98 mm
Duração da bateria
Wireless WiFi 802.11 b/g
Browser Android mobile browser
Câmera frontal não
Câmera traseira não
GPS não
Micro SD Sim, suporta até 16 GB
Sistema Operacional Android 2.1
Processador 800MHz Telechips TTC8902
Memória RAM 256MB
Memória interna SSD 4 GB
Conexões HDMI, Microfone, Fone de Ouvido, USB
Sensores Acelerômetro
Aplicativos Android Market

///

Paz

J Paz Filho - Sou jornalista, trabalho na produção de conteúdo editorial e na criação, desenvolvimento e manutenção de websites - incluindo e-commerce. Tenho especialização em design gráfico na Unisinos e já fui editor de mais de uma dezena de jornais e revistas especializados. Faça um orçamento enviando uma mensagem no contato; ou por email.

  • sandra silva

    gostaria d saber s posso usar uma pen banda larga no tablet coby… ou preciso d instalar algum programa… obrigada

    • Paz

      Sandra, este Coby só aceita a conexão wi-fi.

  • sandra silva

    gostaria d saber s posso usar uma pen banda larga no tablet coby… ou preciso d instalar algum programa… obrigada

    • Paz

      Sandra, este Coby só aceita a conexão wi-fi.

  • Tiago

    Gostaria de saber qual programa poderia instalar neste tablet para poder pegar internet 3g?

  • Tiago

    Gostaria de saber qual programa poderia instalar neste tablet para poder pegar internet 3g?

  • Francisco

    Estou para comprar o meu primeiro tablet. Não uso jogos e nem vejo videos constante. Acesso a net, redes sociais e emais, Não posso gastar muito. Mas em todas as pesquisas que fiz, parei no Coby Kinus mid8024, que pelo que li ele tem conexão 3g. O que voce me diz deste tablet?

    • Paz

      Bem, o modelo que é vendido por aqui é um wi-fi, com um preço apenas um pouco menor do que o Galaxy Tab. Eu ficaria com o Galaxy.

  • Francisco

    Estou para comprar o meu primeiro tablet. Não uso jogos e nem vejo videos constante. Acesso a net, redes sociais e emais, Não posso gastar muito. Mas em todas as pesquisas que fiz, parei no Coby Kinus mid8024, que pelo que li ele tem conexão 3g. O que voce me diz deste tablet?

    • Paz

      Bem, o modelo que é vendido por aqui é um wi-fi, com um preço apenas um pouco menor do que o Galaxy Tab. Eu ficaria com o Galaxy.

  • Henrique Romeiro

    Comprei um Kyros MID8074 de 8″, Android versão 2.2. O processador Samsung com a memória de 512Mb deixou ele bem rápido. Baixa programas bem rapidão mesmo. Pra navegar e ouvir músicas, principalmente no carro, é bem legal mesmo.

    Paguei 529,00. Vale a pena mesmo. Outros tablets, de marcas mais conhecidas, tem milhões de coisas que nunca iremos usar ou nos preocupar. Este meu é bem legal mesmo.

  • Eduardo

    Esse “básico” no qual você se refere está no modelo Kyros mid7015. Porque a partir do modelo Kyros mid7024 com processador Samsung S5PV210 ARM Cortex-A8 1GHz, 512MB de RAM e Android 2.2, as coisas são beeeem melhores.

  • Henrique Romeiro

    Comprei um Kyros MID8074 de 8″, Android versão 2.2. O processador Samsung com a memória de 512Mb deixou ele bem rápido. Baixa programas bem rapidão mesmo. Pra navegar e ouvir músicas, principalmente no carro, é bem legal mesmo.

    Paguei 529,00. Vale a pena mesmo. Outros tablets, de marcas mais conhecidas, tem milhões de coisas que nunca iremos usar ou nos preocupar. Este meu é bem legal mesmo.

  • Eduardo

    Esse “básico” no qual você se refere está no modelo Kyros mid7015. Porque a partir do modelo Kyros mid7024 com processador Samsung S5PV210 ARM Cortex-A8 1GHz, 512MB de RAM e Android 2.2, as coisas são beeeem melhores.

  • Daniel Bernhard

    Prezado Jaime: algum tablet vendido aqui no Brasil é fabricação nossa, ou todos vem de fora? Ouvi algo de que existem ou existirão Tablets brasileiros com imposto 31% menor que o importado?

    • Paz

      Daniel:
      “Nossos tablets” seguem a mesma lógica da nossa indústria automobilística. Ou seja, serão apenas montados aqui, com peças vindas de fora e uma cota para componentes nacionais.

      Infelizmente o governo federal não incentiva uma indústria brasileira de informática, preferindo reduzir ou dar isenção de impostos às empresas que se instalam aqui.

      Quando estas empresas começarem a montagem de tablets no Brasil, haverá uma redução de preços em até 40% (depende ainda do ICMS dos governos estaduais para se chegar a este valor).

      A previsão é de que os “tablets nacionais” comecem a ser vendidos no final deste ano.

  • Daniel Bernhard

    Prezado Jaime: algum tablet vendido aqui no Brasil é fabricação nossa, ou todos vem de fora? Ouvi algo de que existem ou existirão Tablets brasileiros com imposto 31% menor que o importado?

    • Paz

      Daniel:
      “Nossos tablets” seguem a mesma lógica da nossa indústria automobilística. Ou seja, serão apenas montados aqui, com peças vindas de fora e uma cota para componentes nacionais.

      Infelizmente o governo federal não incentiva uma indústria brasileira de informática, preferindo reduzir ou dar isenção de impostos às empresas que se instalam aqui.

      Quando estas empresas começarem a montagem de tablets no Brasil, haverá uma redução de preços em até 40% (depende ainda do ICMS dos governos estaduais para se chegar a este valor).

      A previsão é de que os “tablets nacionais” comecem a ser vendidos no final deste ano.