cqc_oho_por_olho

Olho por Olho: uma péssima ideia do CQC

Já falei em outro post que o CQC (Custe o que Custar), programa da Band, as vezes se atrapalha ao misturar jornalismo e entretenimento/humor.Mesmo assim, tirando evidentes exageros, esta fórmula do CQC funcionou, quase sempre, muito bem.

Até o dia que inventaram um quadro chamado Olho por Olho. Justo no momento em que o país discute dezenas de casos de “justiçamento”, por agressões – e até assassinatos – de suspeitos de furto, roubo, agressão, etc.

Para quem ainda não viu o Olho por Olho, o quadro encena uma pegadinha na qual uma pessoa é levada a fazer alguma coisa ilegal.

Quando a pessoa “cai” na armadilha, é montada então uma situação para constranger o “criminoso”.

Justiceiros

E assim foi feito com um segurança de uma operadora de telemarketing (veja o vídeo, abaixo), com manobristas, taxistas e até com “mulheres interesseiras”.

O curioso é que – na vida real – esta mesma “técnica” tem sido usada por “justiceiros” da classe média-alta da zona sul do Rio de Janeiro.

Antigamente (ou nem tanto) quando ainda não existiam leis nem Justiça, as condenações eram impostas pelos poderosos.

O culpado poderia ser queimado, empalado, enforcado, decapitado, afogado…

E agora, no Brasil, esta nova modalidade: o linchamento pela tv.

Olho por Olho… Que bela ideia!

Todos os vídeos do Olho por Olho:

http://entretenimento.band.uol.com.br/cqc/videos/olho-por-olho/

///

Paz

J Paz Filho - Sou jornalista, trabalho na produção de conteúdo editorial e na criação, desenvolvimento e manutenção de websites - incluindo e-commerce. Tenho especialização em design gráfico na Unisinos e já fui editor de mais de uma dezena de jornais e revistas especializados. Faça um orçamento enviando uma mensagem no contato; ou por email.