teclado_bluetooth3

Teclado para tablet: fiz um teste para ver se funciona

Como já comentei em outros posts, um tablet não é o melhor dispositivo para quem precisa digitar muito texto.

Mas existem situações nas quais o uso do tablet ajuda bastante. Afinal, não é muito agradável ficar horas sentado na frente de um computador.

Wireless x Bluetooth

Tecnicamente falando, o bluetooth faz parte da tecnologia wireless; mas para não haver confusão vamos colocar os dois separadamente. 

Comecei com uma pesquisa na internet e até já tinha decidido comprar um teclado wireless da Logitech, espetando um cabo OTG na entrada micro USB do tablet.

Mas essa minha idéia inicial acabou desmoronando depois que um funcionário da Samsung me alertou que eu poderia ter problemas de compatibilidade.

A razão? Provavelmente mais em função do sistema operacional do que pelo dispositivo em si. É bom (re)lembrar que em tablets como os motoloras a entrada micro USB é “travada” de fábrica.

E no final, pensando bem, encaixar um cabo toda a vez que eu precisasse usar o teclado não seria nada prático.

Decidi então comprar um teclado xing-­ling, que é praticamente de um mesmo fabricante chinês, só mudando a marca do distribuidor, que coloca a sua etiqueta própria e uma embalagem.

teclado_wireless
Teclado wireless + cabo OTG ligado a um tablet: só funciona em alguns dispositivos

Os resultados

Para o teste, usei um teclado bluetooth da marca Multilaser, modelo TC-153 e um tablet Samsung com Android 4.4.

Não foi muito barato; ­ 105 reais ­ numa loja de shopping. Pela Internet talvez eu achasse por uns 85 reais. Μas, somando o frete, esse valor poderia ser até maior.

Com um teclado wireless e o cabo OTG, gastaria uns 200 reais, praticamente o dobro.

Então, no final das contas, tive uma grande vantagem

Na prática, o teclado bluetooth da Multilaser tem um bom custo benefício. Ergonomia correta, bom acabamento, teclados bem distribuidos, toque suave.

teclado_multilaser_frente

Configurando

Não é um teclado ABNT e isso pode assustar num primeiro momento. Nada que não possa ser superado depois de algum tempo.

O grande problema é que a Multilaser entrega um manual raquítico, sem informação alguma, a não ser a localização dos botões principais, e nada mais.

Anote ai: todo o segredo está na configuração correta.

Para comecar, habilite o bluetooth. Ligue o teclado, faça o pareamento com o tablet. Pronto, já pode começar a digitar em qualquer aplicativo, navegador, etc…

Fora isso, dá para usar o teclado para aumentar ou diminuir o som, voltar para a página inicial do Android, ligar/desligar o tablet, acessar as principais funções do browser e muito mais…

Para tirar o máximo dos recursos do teclado é preciso se fazer uma pesquisa na internet, procurando pelos atalhos do android, dos navegadores, dos aplicativos.

Para resolver o problema da acentuação, a mágica e baixar o aplicativo Teclado Swiftkey e deixar habilitada a função de autocompletar a digitação.

Por fim,  no Android,  vá em Configurações >> Teclados >> escolha o Softkey e teclado nternacional EUA.

Pronto, tudo fica facinho, facinho.

Conclusão

Vale a pena ter um teclado para tablet. Basta apenas alguma dose de paciência para montar a configuração dos aplicativos.

Mas para a digitação diária, que envolve muitas horas por dia, o melhor ainda é um PC de mesa com teclado “normal” — sempre cuidando da ergonomia (cadeira e posição correta do monitor e do teclado).

 

O MELHOR

O tamanho compacto do Multilaser acaba se revelando uma vantagem, e o fato de não ter a configuração ABNT, no final, não chega a ser um grande problema.

Quanto à acentuação, ­ para minha surpresa, ­ a tarefa de digitação tornou­-se até mais facilitada e mais rápida, graças ao recurso do Teclado Swiftkey.

 

O PIOR

Não é um teclado ABNT, é preciso usar atalhos ou um app para autocompletar as palavras.

A tecla liga/desliga fica escondida atrás do aparelho e não é fácil acessá-la.

 

Dicas
> Para forçar a acentuação dê um espaço (isso pode ser mudado na configuração do teclado).

> O teclado desliga depois de um tempo. Para ligar, basta acionar qualquer tecla por 2 segundos. Se não parear, desligue o teclado e ligue novamente.

> Você pode ter um monitor gigante usando o Chromecast.

 

Teclado bluetooth Multilaser TC-153

Largura 28,5 cm
Altura 12 cm
Duração da bateria (informações do fabricante) 10 horas
Peso 350 gramas
Alimentação duas pilhas AAA (não incluídas)
Compatibilidade Android e iOS (confira as versões com o fabricante)
Na caixa teclado e manual
Preço médio 110 reais

///

Paz

J Paz Filho - Sou jornalista, trabalho na produção de conteúdo editorial e na criação, desenvolvimento e manutenção de websites - incluindo e-commerce. Tenho especialização em design gráfico na Unisinos e já fui editor de mais de uma dezena de jornais e revistas especializados. Faça um orçamento enviando uma mensagem no contato; ou por email.