toshiba_thrive_colors

Toshiba anuncia o THRiVE de 7″

Depois do relativo sucesso de vendas do Thrive 10, a Toshiba amplia a sua linha com um modelo de 7 polegadas, acompanhando a tendência da indústria dos tablets.

A Samsung apostou em tablets mais leves e mais finos do que o iPad 2.

A Toshiba, e outros fabricantes, têm seguido um caminho diferente. E, ao que parece, o mais acertado. Tablets com recursos que o iPad não tem.

O Thrive mostrou que existe um público para isso. Mesmo pesadão, o seu modelo de 10 polegadas, lançado em agosto, agradou por trazer portas microHDMI, miniUSB e microSD no próprio corpo do tablet, sem a necessidade de conexões via cabo.

Além do tamanho, pequenas mudanças

O Thrive de 7 polegadas acompanha o conceito do seu irmão maior. Permanece o processador Tegra 2 e as câmeras de 2MP e 5MP.

A capa emborrachada agora é integrada ao tablet e (infelizmente) parece que a Toshiba abandonou a ideia de uma bateria removível.

Serão dois modelos: com 16GB e 32GB. O sistema deverá ser o Android 3.2. E o preço vai ficar em 400 dólares 380 dólares.

O que mais tem chamado a atenção dos especialistas que puderam testar (por poucos minutos) o Thrive é a qualidade da sua tela de 1280 x 800 pixels.

Mercado do 7″ em alta

Finalmente os fabricantes de tablets se renderam ao óbvio: criar dispositivos que se pareçam com o iPad é uma estratégia suicida.

E eu vou confesar aqui: os modelos de 7 polegadas são os meus preferidos.

Veja a Samsung com o seu Galaxy 10.1. Vem enfrentando uma série de processos judiciais em todo o mundo, por (supostamente) plagiar o design do iPad.

A prova de que os 7 polegadas estão em alta: a maioria dos lançamentos de tablets tem sido os modelos com este tamanho de tela.

Com a chegada do Amazon Fire Kindle por 250 dólares este segmento vai virar de cabeça para baixo. E, assim como aconteceu com a Apple e o seu iPad, todos os fabricantes terão que rever os seus conceitos.

Bom para o consumidor.

[space height=”25″]

[space height=”25″]

///

Paz

J Paz Filho - Sou jornalista, trabalho na produção de conteúdo editorial e na criação, desenvolvimento e manutenção de websites - incluindo e-commerce. Tenho especialização em design gráfico na Unisinos e já fui editor de mais de uma dezena de jornais e revistas especializados. Faça um orçamento enviando uma mensagem no contato; ou por email.