toshiba_excite_frente

Toshiba apresenta seu tabletão de 13 polegadas

Enquanto todo mundo aposta em tablets mais compactos, a Toshiba acaba de anunciar um dispositivo touchscreen de 13 polegadas.

A aposta da Toshiba é clara: produzir um tablet voltado especialmente para usuários que gostam de assistir vídeos/filmes. E TV. Sim, o Excite 13 pode virar uma TV, já que possui recursos para captar os sinais digitais.

Por ser meio grandalhão, ele já vem com um suporte, com desenho parecido aos docks para tablets.

Apesar do seu tamanho, o Excite 13 é relativamente leve. Pesa 2,2 quilos. E surpreendentemente fino: 0,4 cm de espessura.

O sistema operacional é o Android 4.0.

Dá para assistir tv digital

A estratégia da Toshiba tem sido posicionar seus produtos em segmentos ainda não explorados pelos concorrentes.

Foi assim com a linha Thrive, com portas USB, HDMI e SD. Deu certo.

Mas o lançamento de um tabletão desse tamanho é uma jogada bem mais “arriscada”. Muitos especialistas duvidam que existam um número grande de consumidores dispostos a manusear um dispositivo móvel de 13 polegadas.

Apontam duas razões principais: primeiro por que a maioria dos usuários já tem um notebook ou um PC. E segundo, quase todos os tablets possuem uma saída HDMI para conexão com uma TV de alta definição.

O Excite 13 entraria então numa faixa entre o tablet e uma TV.

Jakob Nielsen, diretor da Nielsen Norman Group, uma firma de pesquisa de usabilidade, em entrevista à revista Wired, afirma que só visualiza uma utilidade para o tablet da Toshiba: o uso dentro de um grupo de pessoas, assistindo um filme, por exemplo.

Grande, e poderoso

Entre as outras especificações, o Excite 13 vem com um processador quad-core Nvidia Tegra 3, 1 GB de RAM, uma câmera traseira de 5 megapixels, e quatro alto-falantes montados na parte traseira.

O tablet possui uma resolução de tela 1600 × 900, uma porta micro-USB, uma porta micro-HDMI e um full-size slot para cartão SD.

Preço “justo”

O Excite 13 faz parte de uma linha top de tablets renovada pela Toshiba, tanto em termos de preço e tamanho da tela com pelo preço de 649,99 dólares para o modelo de 32GB, e 749,99 dólares para o modelo 64GB, quando chegar às lojas no início de junho.

Pelos recursos que oferece e se fazendo uma comparação com o preço dos concorrentes não pode ser considerado um tablet caro. Pelo contrário, é até bem em conta.

Se você já está se perguntando por que este tablet não tem um preço maior do que os seus irmãos menores, a Toshiba explica: “menor é mais difícil de fazer”.

Agora a má notícia: Só comprando lá fora

A Toshiba não para de lançar novos produtos. Mas só lá fora. Aqui, você vai ter que se contentar com um tablet jurássico chamado MyPad.

///

Paz

J Paz Filho - Sou jornalista, trabalho na produção de conteúdo editorial e na criação, desenvolvimento e manutenção de websites - incluindo e-commerce. Tenho especialização em design gráfico na Unisinos e já fui editor de mais de uma dezena de jornais e revistas especializados. Faça um orçamento enviando uma mensagem no contato; ou por email.