hptouchpad_game_over_aplicativos

TouchPad encalha nas lojas e HP abandona seu tablet

Mais surpreendente do que a decisão de usar um sistema operacional desconhecido (o webOS), para rodar no seu tablet, foi o anúncio da HP em abandoná-lo, depois de poucos dias de comercialização

Os números impressionam: a rede norte-americana Best Buy vendeu apenas 25 mil unidades, das 270 mil previstas. Ou seja, menos do que 10% do esperado.

Para humilhação dos executivos da HP, a Best Buy mandou a empresa retirar os TouchPads que estavam ocupando os espaços do estoque nas suas lojas e depósitos

Nas outras redes aconteceu o mesmo.

O que deu errado?

Acompanhe comigo: o tablet tinha um processador, teoricamente o mais rápido do mercado. Os reviews de sites especializados consideraram o seu sistema operacional (o webOS) muito bom, melhor até do que o Android. Os comentários, postados por compradores nos sites dos grandes magazines norte-americanos, eram positivos. Os preços não paravam de cair.

Uma das causas apontadas pelos profissionais de marketing foi a estratégia da HP em reduzir o preço do TouchPad em mais de 120 dólares, em três promoções consecutivas, em apenas um mês.

Esta ação teria causado um efeito contrário, fazendo com que os consumidores esperassem por uma provável nova redução de preços.

Alguns sites ainda colocaram a culpa no hardware, que travava em alguns aplicativos como o Flash. Mas o Motorola Xoom, por exemplo, também tem problemas com certos aplicativos.

Eu jogo todas as minhas fichas que o problema real não foi este. Nem do webOS, nem mesmo da falta de aplicativos (o Android também tem um estoque fraquinho de aplicativos para o Honeycomb).

Marketing: sem rumo

Mas dê uma olhada nas peças de publicidade encomendadas pela HP. Anúncios bizarros, nos quais as pessoas se escondiam atrás do TouchPad e vídeos que mais pareciam um trailer de um filme de terror.

“Milhares agora. Zilhões a caminho”. Isso é o que está no hot site do TouchPad, sobre os aplicativos disponíveis. Tremendo exagero, ou pura enganação?

Precisava?

Alguém aí se lembra do que aconteceu, há alguns meses, quando alguns publicitários inventaram o slogan “Levinho e fininho” para o iPad 2? Levaram um pé na bunda.

É claro que a HP também errou no preço, errou na data do lançamento, errou na definição do seu público-alvo. E, assim, acabou errrando, obviamente, na previsão de vendas.

Comunicado

Para não perder o embalo, o release entregue pela área de comunicação da HP seguiu os mesmos passos dos seus anúncios publicitários:

“A HP informa que irá descontinuar as operações para os dispositivos webOS, especialmente o TouchPad e smartphones. A HP continuará a explorar opções para otimizar o valor do webOS daqui para frente”.

Preciso traduzir? Então vai: a HP matou os seus dispositivos móveis.

Na prática o TouchPad ainda está vivo

Enquanto não acabarem os estoques, o tablet da HP ainda será vendido. Acredite: na loja da HP/USA o tablet ainda está lá, estrebuchando. Um Zumbi.

Pergunto: a empresa precisa disso?? Pô, tira tudo do ar. Hot site, vídeos, etc.

Que dó!

Ah, se você não entendeu o “Que dó” do subtítulo é porque ainda não viu o vídeo da formiguinha no YouTube. Aqui está o link.

///

Paz

J Paz Filho - Sou jornalista, trabalho na produção de conteúdo editorial e na criação, desenvolvimento e manutenção de websites - incluindo e-commerce. Tenho especialização em design gráfico na Unisinos e já fui editor de mais de uma dezena de jornais e revistas especializados. Faça um orçamento enviando uma mensagem no contato; ou por email.