Quando o pessoal do Google lançou o Nexus 4 com Android 4.2, em 2012, eles anunciaram o apoio ao padrão Miracast.

A ideia era oferecer um recurso gratuito, que fizesse uma conexão direta, sem fio, entre um tablet ou smartphone e uma TV.

Mas, em 2013, o Google mudou de ideia e lançou o seu proprio dongle: o chromecast.

Novo modelo, lançado em outubro nos EUA

Chromecast 2: no Brasil custa, em média, 260 reais (junho de 2017).

Como funciona

O chromecast é um receptor, um pouco maior do que um pendrive (primeiro modelo), que se conecta a uma tv digital através de uma porta HDMI (High-Definition Multimedia Interface) usando um protocolo denominado DIAL (discover and launch), que permite transmitir (cast) mídia de seu computador ou dispositivo móvel através da sua rede Wi-Fi para uma tv ou projetor.

Depois de inserir o chromecast na porta HDMI da sua TV, é preciso baixar o aplicativo Home (antigo Google Cast) para Android ou iOS. Ele vai funcionar como uma central de transmissão de imagem, áudio e vídeo.

Após instalar e configurar o Home, o ícone de transmissão do chromecast começa a aparecer  em todos os aplicativos compatíveis (Netflix, YouTube, Spotify, Deezer, Google Photos…).

O aplicativo (YouTube, por exemplo) envia informações para que o chromecast passe a se comunicar diretamente com o modem/roteador.

É por esta razão que você fica livre para continuar a usar normalmente o seu dispositivo em outras tarefas.

Instalação

1 — Espete o chromecast na porta HDMI da TV.

2— Se a sua TV tem uma porta USB, você pode conectar o cabo de alimentação diretamente. Se não, pode ligar numa tomada comum (se preferir, coloque a extensão que acompanha o chromecast).

 Dica > na primeira instalação use a energia da tomada, em vez da porta USB.

3 — Baixe o aplicativo Home para Android ou Home para iOS.

4 — Selecione a porta HDMI da TV onde está o chromecast.

5— Abra o Home, digite a senha que aparece na TV, dê um nome à conexão e — se o não houver problemas de compatibilidade com o modem — estará tudo pronto.

 

Aplicativo para Android

Aplicativo para Android mostra apps baixados e compatíveis

Dispositivos e sistemas operacionais compativeis

 Tablets e smartphones com Android ou iOS.

 No Windows Phone 8.1 até que funciona, mas só através de poucos aplicativos pagos, e só para YouTube. Definitivamente, esta não é uma boa opção.

 PCs e notebooks,  com Windows 7 ou superior, macOS e distros Linux (Ubuntu, etc). Chromebooks com Chrome OS. Em desktops e notebooks também é possível fazer a transmissão através de um ícone no navegador Chrome (instalando a extensão Google Cast).

Recursos mínimos para poder usar o chromecast

 Uma HDTV com uma porta HDMI.

 Uma conexão Wi-Fi estável. 5MB já dá para o gasto. Lembre-se que o modem não pode estar muito longe da tv.

 Uma HDTV com porta USB (ou uma tomada por perto) para ligar a energia.

 O aplicativo Home para Android ou Home para iOS.

 Um tablet ou smartphone com Android e iOS (Windows Phone, não). Ou um PC/Notebook com macOS, Windows e distros Linux (Ubuntu, etc).

 Fique esperto: por enquanto, o Home/Chromecast só funciona nos dispositivos com Android e iOS (iPod Touch, iPhone e iPad).

Na caixa

 O chromecast (por supuesto).

Um cabo USB para alimentação.

Um adaptador de energia.

Uma extensão para HDMI (uso opcional).

Ícone do chromecast no navegador Chrome: opções de guia aberta ou área de trabalho ativa

Principais apps compatíveis

O Google afirma que já existem mais de mil apps compatíveis com o chromecast.

Pode até ser, mas alguns tem apenas um apelo comercial como o app do Facebook (as Lives?).

O chromecast mostra a sua verdadeira força nos apps de vídeo e áudio:

Cotações (interação com o chromecast, velocidade de transmissão, facilidade de acesso aos comandos e menus no app):

[5] é Ótimo /// [4] é Muito Bom /// [3] é Bom /// [2] é Fraquinho /// [1] é Ruim

VÍDEO –  YouTube [5]   Netflix [5]   Google Play Filmes [5]   Crackle[2]   Vevo [4]   Globo Play [3]   PlutoTV [4]   Vimeo [5]   Facebook [2]   DramaFever [4]   TV Pokémon [4]   Plex [5]   Dailymotion [4]   YouTube Music [4] (ainda não disponível no Brasil).

ÁUDIO – Deezer [4]   Spotify [4]   TuneIn [4]   Pandora [5] (o Pandora para Android só é compatível com a versão 5 (Lollipop) e ainda não está disponível para o usuário brasileiro).

FERRAMENTAS – Google Photos [5]   Google Slides [4].

ENSINO – TED [5]   Udemy [5]   Lynda [5]   Coursera [5].

PODCASTS – Republic [4]   Addict [4].

JOGOS – Just Dance Now [5]   Twitch [5]   Angry Birds Go [4]   Angry Birds Friends [4].

Confira aqui todos os apps compatíveis com o chromecast.

Outros chromecasts

Não existe apenas um chromecast. O Google ampliou a oferta de dispositivos através do Chromecast Áudio – ligado diretamente a um sistema de som (270 reais) e o novo Chromecast Ultra, com capacidade para transmissão em 4K (vendido nos EUA por 70 dólares).

A diferença entre o chromecast 1 e o 2 é, basicamente, o design. Já o Chromecast Ultra, além de maior capacidade de hardware e oferecer o 4K, vem com uma entrada direta para a internet, o que, de certa forma, comprava que os usuários poderão ter problemas ao usar apenas um roteador para a conexão dos dados.

Alguns fabricantes de tv também já começam a integrar o chromecast nos seus aparelhos. A Sony, por exemplo, vende no Brasil modelos 4K com chromecast embutido a partir de 5 mil reais. Sharp, Philips, Vizio, Polaroid e Toshiba também já aderiram à tecnologia.

Pensando em comprar uma TV 4K? Tire todas as suas dúvidas aqui!

Preço / custo-benefício

O dongle do Google já vendeu 20 milhões de unidades. Isso representa 35% do mercado dos dispositivos de streamings em 2015, do qual fazem parte concorrentes de peso como o Apple TV, Roku e Amazon Fire TV.

Chromecast 1 >>> 230 reais (ainda pode ser encontrado em algumas lojas de varejo on-line do Brasil).

Chromecast 2 >>> 260 reais

Chromecast Áudio >>> 350 reais

Chromecast Ultra/4K >>> 69 59 dólares (ainda não chegou no Brasil).

Obs: preços de junho de 2017.

 Prós
O chromecast funciona como um hd, recebendo todos os dados enviados pelo dispositvo e liberando o usuário para fazer outras tarefas. É a função multi tasking, ou multi tarefa.

Funciona muito melhor do que a maioria das SmartTvs. Na comparação, tem uma conexão mais estável e recebe constantes atualizações. Fora isso, o número de aplicativos é cada dia maior.

 Contras
O fluxo de dados pode não ser contínuo, vai depender da mídia original (streaming, fotos, sons), do seu dispositivo, do roteador, da distância entre o roteador e a tv, da qualidade do seu serviço de internet.

Resumindo: o chromecast não está totalmente imune a travamentos.

5 segredos para tirar o máximo do seu Chromecast

J Paz Filho

J Paz Filho

Jornalista, faço a produção de conteúdo e a criação de websites - incluindo e-commerce.///Especialização em design na Unisinos///Editor de jornais e revistas especializados.///Faça um orçamento enviando uma mensagem no contato.
J Paz Filho

Últimos posts por J Paz Filho (exibir todos)