ipad_compra

Vale a pena comprar o iPad 2 agora?

Os outros modelos também sofreram uma redução de preços de 200 reais em média (contra 100 dólares nos EUA). No início de 2010, quando o iPad 2 foi oficialmente anunciado, os preços do iPad 1 sofreram uma redução de até 40%, passando de 499 dólares para 300 dólares.

Desta vez as reduções foram bem menores e não há nenhum indício de que estes valores sofram grandes mudanças. Mas como o iPad 2 não vai sair de linha (ao contrário do que aconteceu com o iPad 1) é muito provável que os seus preços tenham uma redução bem menor após o lançamento do iPad 3.

Por preços semelhantes você compra, hoje, um Motorola Xoom 2, 10 polegadas, Wi-Fi, com 32GB (1.240 reais); um Samsung Galaxy Tab 7.0 Plus 3G, com 16GB (1.250 reais) ou um Acer Iconia A500, 10 polegadas, Wi-Fi, com 32GB (1.200 reais).

iPad brasileiro

A Apple (através da Foxconn) tem uma fábrica pronta em Jundiaí, interior de São Paulo. Mas ninguém sabe ainda o que eles vão produzir, se iPhones ou iPads. Se for o iPad 3, com redução de impostos que podem chegar a até 40%, evidentemente que não valeria a pena comprar um iPad 2 agora.

Vamos fazer as contas: colocando um valor de 499 dólares de um iPad básico, no Brasil este valor corresponderia a uns 1.650 reais.

Com uma redução de 40%, o preço final do iPad 3 brasileiro seria de aproximadamente 1 mil reais. Num cenário mais realista, talvez uns 1.300 reais. Um valor bem aproximado do iPad 2.

Lançamento mundial O iPad 3 começa a ser vendido nos Estados Unidos, França, Canadá, Alemanha, Hong Kong, Suíça, Japão e Austrália no dia 16 de março.

É bom recordar que o iPad 2 chegou ao Brasil depois de três meses de seu lançamento nos EUA (e não seis meses como divulgou o portal G1 da Globo). Mas neste mercado tão dinâmico como o dos tablets não se pode dizer que isso vá se repetir. Ah, minha opinião: espere pelo lançamento do iPad 3.

///

Paz

J Paz Filho - Sou jornalista, trabalho na produção de conteúdo editorial e na criação, desenvolvimento e manutenção de websites - incluindo e-commerce. Tenho especialização em design gráfico na Unisinos e já fui editor de mais de uma dezena de jornais e revistas especializados. Faça um orçamento enviando uma mensagem no contato; ou por email.