IMG_0040

Vale a pena comprar o iPad mini?

Quem me acompanha aqui no Blog do Paz já deve ter desconfiado da minha preferência por tablets de 7 polegadas.

Pode tirar um print e depois me cobrar: os agora chamados mini tablets vão dominar o mercado em menos de um ano.

E olha que, sem nenhuma falsa modéstia, eu tenho acertado a maioria das minhas previsões. O lançamento do mini – antes de todos os blogs brasileiros – foi uma delas.

A Apple ainda aposta na força da sua marca. Só que agora o “inimigo” está lá na frente, ao contrário do que acontecia com o iPad.

Foto/divulgação: Blog do Paz

Rivais super poderosos

Google Nexus 7, Samsung Galaxy 7, Kindle Fire HD já estão firmes no mercado, além de possuirem um ótimo argumento de vendas: o preço.

Além disso, o Android tem dado passos enormes na sua evolução como o sistema operacional dos tablets rivais da Apple.

Quer mais? Vem aí uma enxurrada de tablets com Windows 8, um deles fabricado pela própria Microsoft (o Surface de 10 polegadas).

Essa guerra não vai ser fácil para a Apple, comparado com a moleza que enfrentou até aqui.

Vale a pena?

Na minha opinião os tablets da Apple ainda têm o melhor sistema operacional e a melhor loja de aplicativos.

Não resta dúvida de que o mini iPad deve seguir a (ótima) qualidade do seu irmão maior.

Mas agora ela não está sozinha e o consumidor pode escolher o melhor custo/benefício.

O Nexus 7, seu maior rival, custa 199 dólares. O mini, 329 dólares.

É uma diferença de 130 dólares. Ou 40% a mais.

Claro, o Nexus 7 tem menos recursos de tela, de armazenamento. Mas é veloz e tem recebido elogios dos seus usuários.

 

E aquela fábrica da Apple?

Antes de uma decisão de compra é preciso saber o preço brasileiro. Da Apple, do Google, da Amazon, da Microsoft.

E eu já não sou tão otimista em relação às vantagens que teríamos na compra de tablets.

Ou alguém já esqueceu que a Apple – e o nosso governo – anunciou, em 2011, uma montadora no país, com iPads com preços reduzidos?

///

Paz

J Paz Filho - Sou jornalista, trabalho na produção de conteúdo editorial e na criação, desenvolvimento e manutenção de websites - incluindo e-commerce. Tenho especialização em design gráfico na Unisinos e já fui editor de mais de uma dezena de jornais e revistas especializados. Faça um orçamento enviando uma mensagem no contato; ou por email.