ipad3_2012

Vem aí o iPad 3 com um processador quad-core, retina display e conexão 4G

Se você já é leitor do Blog do Paz recebeu, antes dos outros sites especializados, as notícias sobre os lançamentos do Motorola Xoom 2 e do Kindle Fire.

Com o iPad 3 não foi diferente. Agora, como das outras vezes, nenhum site especializado vai confirmar, mas o novo iPad virá mesmo com um processador de quatro núcleos A6 e com uma tela com tecnologia retina display, já utilizada nos iPhones e iPod Touchs. Nem vou falar na conexão 4G, que é apenas uma miragem aqui no Brasil.

Como saber se isso vai realmente acontecer? Simples: para se manter na liderança absoluta no mercado dos tablets a Apple precisa estar sempre um passo à frente da concorrência.

De olho na concorrência

Assim, com uma tela com uma resolução bem maior do que a do iPad 2 (provavelmente 2048 x 1526 pixels) a Apple vai poder entrar no segmento dos e-readers, dominado pelo Kindle, da Amazon.

A tela vem com qualidade QXGA, com uma densidade de 270ppi (pixels por polegada). O fabricante deverá ser a Sharp Eletronics.

O segundo motivo para a Apple agilizar o lançamento do seu novo dispositivo com uma tela superior vem da Coréia. A Samsung estaria pronta para vender um novo modelo da linha Galaxy, com uma tela de 11,6 polegadas de alta resolução. E rodando o Android 4.0, mais conhecido como Ice Cream Sandwish.

A inclusão do quad-core A6 segue esta mesma estratégia. Bater de frente com o recém lançado Medfield, o novo processador da Intel para dispositivos móveis.

O que também muda

O “mais leve e mais fino” não é mais um argumento de venda tão importante. O iPad 3 vem um pouco mais espesso do que o iPad 2, mas um acréscimo de apenas 1mm, quase imperceptível ao usuário.

A bateria deverá ter uma maior autonomia. Especula-se que poderá atingir o dobro da capacidade do modelo atual. Muito otimismo. O iPad 3 precisará de muita energia para abastecer um processador quad-core e um dual LED (duas barras de LED, ao invés de uma atual). O mais provável é que a bateria realmente dure um pouco mais, mas não muito.

Também é esperado um upgrade nas câmeras frontal e traseira. Talvez aumente um pouco a qualidade, mas não espere muito mais pixels.

O que não muda

Interruptor, botão de alto-falante, e outros elementos localizados nas bordas laterais permanecem iguais, assim como os fones de ouvido e portas do Conector Dock.

E o que o iPad 3 não deve ter

Um midi tablet de 7 polegadas para concorrer com o Kindle Fire, da Amazon. Muito improvável, para não dizer praticamente impossível isso acontecer.

A estratégia da Apple não é a de colocar no mercado um tablet que dê pouco lucro, para poder ganhar com os aplicativos. Pelo menos por enquanto.

Devem ficar fora ainda um slot para cartão SD e um modelo com maior capacidade de memória (falava-se em um modelo com 128GB).

Made in Brazil

A última pergunta é: o modelo a ser montado no Brasil será o iPad 3? Esta questão talvez seja a única que ainda não possa ser respondida.

Veja o que poderia acontecer:

1 – A Apple lançar o iPad 3 com um preço superior ao atual modelo e manter o iPad 2 no mercado com o preço menor (quando o modelo for montado no país).

2 – A Apple simplesmente matar o iPad 2, como foi feito com o iPad 1. Bem, nesse caso, é óbvio, o iPad 3 seria o modelo fabricado por aqui.

Preços e lançamento

Vamos comparar com o que aconteceu com o lançamento do novo iPhone: o preço do modelo 4S foi fixado em R$ 2.600, e o modelo anterior, R$ 1.800.

Se permanecer esta mesma proporção — e considerando uma redução ao redor de 30% nos preços dos tablets “brasileiros” — o iPad 2 ficaria em torno dos R$ 1.200. O iPad 3, R$ 1.700.

Mas como as remessas de lucro das empresas estrangeiras instaladas aqui no Brasil é uma das maiores do mundo, estes valores podem ficar um pouco maiores.

A data do lançamento está atrelada à linha de produção do novo iPad. Se as fábricas da Apple acompanharem o cronograma da empresa, o iPad 3 deverá chegar às prateleiras em fevereiro ou março de 2012.

Dinheiro de sobra

Enquanto empresas como a HP e a Kodak contam os prejuízos, a Apple fechou o ano de 2011 com mais de 80 bilhões de dólares em reservas de caixa.

As metas da empresa para 2012 são ambiciosas. E, se a sua loja de aplicativos é um sucesso, é natural que a sua maior aposta para 2012 talvez nem seja o iPad 3 mas a sua nova biblioteca digital, a iBooks.

///

Paz

J Paz Filho - Sou jornalista, trabalho na produção de conteúdo editorial e na criação, desenvolvimento e manutenção de websites - incluindo e-commerce. Tenho especialização em design gráfico na Unisinos e já fui editor de mais de uma dezena de jornais e revistas especializados. Faça um orçamento enviando uma mensagem no contato; ou por email.