Quando ainda não tinha sido comprada pelo Google, a divisão de dispositivos móveis da Motorola lançou o Xoom, com 10 polegadas.

A comparação com o iPad foi inevitável. E até que o Xoom não se saiu mal! Mas com um tamanho e um preço semelhante ao tablet da Apple a briga ficou muito desigual. A favor do iPad, é claro.

Já o Motorola Xoom 2 de 8.2 polegadas é uma tentativa da Motorola/Google sair deste terreno e enfrentar adversários menos poderosos. Como o Samsung Galaxy Plus GT-P620 de 7 polegadas.

Bem, vamos deixar este comparativo para o final e começarmos a análise do Xoom 2:

Design e “pegada” ajudam

Sempre quando vou analisar um tablet, a primeira coisa que faço é conferir a sua “pegada”.

E considero aí a qualidade de construção, se não existem arestas no encaixe das peças e o material empregado.

Neste ponto o Xoom 2 recebe uma nota alta. A qualidade dos tablets da Motorola é muito boa. A impressão é a de que você pode deixar que ele caia no chão e que não vai acontecer nada.

O tamanho é outro fator que me agradou bastante. As 8 polegadas, para mim, são as ideais para um tablet.

Dito isto, vamos ligar o Xoom ME:

Android atrapalha

Bem, aqui começa a primeira decepção. O sistema operacional é o ultrapassado Android 3.2 (Honeycomb). Talvez essa versão seja adequada para um smartphone. Mas não para um aparelho maior.

Além de uma certa instabilidade, este Android é muito “travado”. Sem dúvida, o maior problema é o tamanho das fontes (letras). Tentar ler um texto que não seja através de um browser vira uma tortura.

E se as letras ficam pequenas, imagine a dificuldade em se dar um toque em um comando qualquer.

Reforçando: este não é um problema do Xoom 2 mas do Android 3.2.

A solução para isso seria a Motorola oferecer uma atualização para o Android 4.1, batizado como Jelly Bean. E a disponibilidade de novos aplicativos, direcionados para tablets.

Xoom2ME: área de trabalho

Configuração é razoável

O Xoom 2 Media Edition – com um processador dual core de 1.2GHz e 1GB de RAM – oferece uma velocidade tranquila para as tarefas de rotina, como navegar pela internet. E para vídeos e games ele também não decepciona.

Em um teste, com cerca de 10 páginas web abertas, ele engasgou quando tentei usar o Angry Birds ao mesmo tempo. Ou seja, este Xoom deve rodar bem em qualquer tarefa, mas não dá para exagerar.

A tela de 1280×800 é de boa qualidade. Mas o vidro deixa muitas “impressões digitais”. Não teria quase nenhum custo para a Motorola (e para os outros fabricantes também) oferecer um pano para a limpeza da tela.

E na caixa também poderia ter um cabo HDMI, para conectar o aparelho a uma TV digital. Como eu tinha um, testei. Mas, para falar a verdade, não vejo muita vantagem em usar um tablet conectado a uma tv.

Pontos fortes

A memória interna de 32GB é mais do que suficiente para gravar e armazenar aplicativos, fotos, documentos de texto e planilhas, fotos e músicas. Se isso não for o bastante, ainda dá para comprar um cartão para mais 32GB.

O Xoom 2 ME vem com uma webcam de 1.3MP e uma câmera de 5MP de muito boa qualidade. Se você considera o uso de um tablet para tirar muitas fotos (e para a produção de vídeos caseiros), o Xoom 2 é uma escolha muito boa.

Não só pela qualidade da lente, mas também pelos recursos do aplicativo de imagem.

O GPS funciona sem que você perceba que ele exista. Isso é um recurso bem interessante, mesmo que muitos usuários desabilitem esta função por questões de segurança.

Pontos fracos

Fiquei surpreso com algumas falhas do Xoom 2 em relação ao seu irmão maior de 10 polegadas.

Os botões de ligar/volume ficam numa posição estranha. Dependendo de como você segura o tablet, estes controles simplesmente “fogem” do seu alcance e não dá para saber a sua “ordem”, já que eles ficam embutidos no aparelho. Um exemplo: você tenta aumentar o som e na verdade está diminuindo.

Mesmo depois que eu acertei os botões do volume, a minha mão (novamente dependendo da posição do tablet) as vezes abafou completamente o som, localizado em uma das laterais.

Finalmente, estranhei alguns pixels que teimaram em ficar piscando na tela. Não consegui descobrir por que isso acontece. Fui pesquisar em outros sites e vi que este é um problema que aconteceu em outros aparelhos.

J Paz Filho

J Paz Filho

Jornalista (PUC) /// Designer (Unisinos) /// Geek /// Produtor de conteúdo editorial ///Websites e e-commerce /// Editor de jornais e revistas
J Paz Filho