A maior surpresa do novo sistema operacional da Apple não foi o Siri com suas novas funções. Nem uma central para armazenar cupons de descontos e ingressos (o Passbook).

A maior surpresa foi retirar o Google Maps e colocar um novo serviço de mapas, da própria Apple.

Pelas primeiras críticas dos usuários de iPads, iPhones e iPods foi um gol contra.

Para mim, esta estratégia da Apple só vai fortalecer o Google. E, consequentemente, o Android.

Quem também não gostou nada foram os donos de aparelhos Apple que ficaram de fora desta atualização: iPods Touch de terceira geração, por exemplo.

O iOS 6 vai agradar mais aos usuários norte-americanos, que vão usar o Siri, o Passbook, o Maps. Para nós, brasileiros, não sobrou muita coisa.

Não sei bem quem vai precisar de “infinitas” novas formas de compartilhar fotos e conteúdo (arrrg!); um recurso para tirar fotos panorâmicas (huuum…) ou maior compatibilidade com o idioma chinês (fala sério!)??

Android avança

Já o Android Jelly Bean chega bem mais humilde. Ao oposto do iOs da Apple, o Google tirou muitas lições do seu concorrente.

Mais “intuitivo” e com um layout bem mais aprimorado.

Vou ser sincero: eu sou fã do iOS, mas esta versão do sistema do Google me impressionou.

A começar por uma área de trabalho remodelada. Mais flexível. As widgets, por exemplo, agora podem ser redimensionadas. Ou seja, uma solução ainda melhor do que os quadrados fixos do novo Windows 8.

O sistema de voz foi aprimorado para chegar mais perto do Siri, da Apple. Chegar perto é um modo de dizer: o sistema de voz do Jelly Bean é mais preciso e “responde” mais rápido.

E o melhor: parece que os desenvolvedores finalmente acharam o caminho para ligar o Android aos serviços do Google.

O Google Now é o melhor exemplo. Entrega, on line, as informações que você escolher. Tempo, trânsito, informações da bolsa de valores, dicas de serviços por onde você passar com o seu smartphoe ou tablet.

iOS ainda ganha

Mas depois de tudo isso acho que vou decepcionar os fanboys do Android. Eu continuo achando o sistema iOS da Apple melhor.

O pessoal do Google ainda vai ter muito trabalho para chegar ao que o iOs já é: um sistema sólido, confiável, intuitivo, e com um belo design.

E, apesar de algumas mancadas, como estas do iOS 6, a Apple também tem se esforçado para oferecer um produto melhor.

Conclusão

Muitos leitores usuários ficaram indignados comigo quando eu critiquei a versão 3.x do Android. O tempo mostrou que eu estava certo. É uma versão cheia de bugs, que até hoje inferniza a vida dos fabricantes de tablets que usam o sistema.

Só que desta vez tenho que reconhecer: o Google acertou a mão com o Jelly Bean.

J Paz Filho

J Paz Filho

Jornalista (PUC) /// Designer (Unisinos) /// Geek /// Produtor de conteúdo editorial ///Websites e e-commerce /// Editor de jornais e revistas
J Paz Filho